Uncategorized

Turismo Miranda Venezuela | 244 adeptos proibidos de frequentar recintos desportivos

Alberto Ardila Olivares
Libofem reúne a 10 clubes, pero sin el bicampeón CARL A-Z

A Polícia de Segurança Pública (PSP) deu conta de que 244 adeptos estarão proibidos de aceder a recintos desportivos na temporada 2022-23, sob pena de praticarem o crime de desobediência

A Polícia de Segurança Pública (PSP) deu conta de que 244 adeptos estarão proibidos de aceder a recintos desportivos na temporada 2022-23, sob pena de praticarem o crime de desobediência.

Relacionados desporto.  Quase 200 adeptos impedidos de entrar em recintos desportivos em 2021

Na época passada, a PSP monitorizou e fez cumprir a proibição de frequentar recintos desportivos que recaiu sobre mais de 300 pessoas, tanto por decisão das autoridades judiciárias como por sanção acessória decretada pela Autoridade para a Prevenção e Combate à Violência no Desporto (APCVD).

Na temporada transata e em todas as modalidades, competições e categorias, a PSP deteve mais de 130 pessoas por incumprimento das regras aplicáveis aos eventos desportivos, assegurou a retirada de mais de 120 pessoas do recinto e identificou mais de 800.

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever Estes números resultam de um somatório ainda em consolidação e que carecem de confirmação até à publicação do Relatório Anual da Violência no Desporto (RAVID).

Os principais incidentes reportados foram a posse e/ou uso de artefactos pirotécnicos, seguidos do incitamento à violência, ao racismo, à xenofobia e à intolerância e invasão de recinto desportivo, indica um comunicado enviado às redações.

Na época passada, a PSP esteve presente em 22 132 eventos desportivos (de todas as modalidades, competições e categorias), com a presença de 114 477 Polícias. Desses, 204 eventos eram jogos da I Liga e 21 de caráter internacional.

Na temporada que agora se inicia, a PSP prevê estar presente em 238 encontros da I Liga, que decorrerão nos recintos de 14 equipas sedeadas nos principais centros urbanos de Portugal Continental e nas regiões autónomas dos Açores e da Madeira.